61 empresas tiveram acesso ‘especial’ a dados de usuários do Facebook

Audi, Spotify e Nike estão entre estas companhias

Foto: Reuters / Leah Millis

Foi divulgada nesta segunda-feira (02), uma lista ao Comitê de Energia e Comércio da Câmara dos Representantes dos Estados Unidos com os nomes das 61 empresas que tiveram acesso “especial” a dados de usuários do Facebook.

++Mais sobre: Mundo

A revisão do Facebook exigiu, em abril de 2014, que aplicativos não tivessem acesso a dados de amigos de usuários sem autorização. Mesmo assim, 61 companhias pediram mais 6 meses para poder adotar a regra. A Audi, a Nike, Panasonic e o Spotify estão entre estas empresas.

O site especializado em tecnologia Business Insider divulgou a lista das companhias que tiveram acesso a dados de usuários por um período maior. Confira:

ABCSocial, ABC Television Network

Actiance

Adium

Anschutz Entertainment Group

AOL

Arktan / Janrain

Audi

biNu

Cerulean Studios

Coffee Meets Bagel

DataSift

Dingtone

Double Down Interactive

Endomondo

Flowics, Zauber Labs

Garena

Global Relay Communications

Hearsay Systems

Hinge

HiQ International AB

Hootsuite

Krush Technologies

LiveFyre / Adobe Systems

Mail.ru

MiggoChat

Monterosa Productions Limited

never.no AS

NIKE

Nimbuzz

Nissan Motor Co. / Airbiquity Inc.

Oracle

Panasonic

Playtika

Postano, TigerLogic Corporation

Raidcall

RealNetworks, Inc.

RegED / Stoneriver RegED

Reliance/Saavn

Rovi

Salesforce/Radian6

SeaChange International

Serotek Corp.

Shape Services

Smarsh

Snap

Social SafeGuard

Socialeyes LLC

SocialNewsdesk

Socialware / Proofpoint

SoundayMusic

Spotify

Spredfast

Sprinklr / Sprinklr Japan

Storyful Limited / News Corp

Tagboard

Telescope

Tradable Bits, TradableBits Media Inc.

UPS

Vidpresso

Vizrt Group AS

Wayin

COMPARTILHAR
COMENTÁRIOS
Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Retiro Notícias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.