Acusado de chantagear cliente e ameaçar divulgar fotos íntimas vai responder processo em liberdade

A audiência de custódia realizada nesta manhã decidiu que Fernando Alves Sousa Coelho responderá ao processo em liberdade.

por Acorda Cidade

Aconteceu nesta quarta-feira (24), na Vara da Paz em Casa, localizada no bairro Muchila, em Feira de Santana, a audiência de custódia de Fernando Alves Sousa Coelho, empresário do ramo de telefonia celular e acusado de chantagear uma cliente e ameaçar divulgar suas fotos íntimas.

O juiz Wagner Ribeiro Rodriges decidiu que Fernando Alves Sousa Coelho responderá ao processo em liberdade. O advogado do acusado, Rosimário Carvalho, declarou que essa decisão já era esperada. Segundo ele, o que aconteceu no motel e que levou à prisão de Fernando foi um flagrante preparado.

“A promotora também entendeu isso. O juiz assim não entendeu e cada um tem a sua interpretação. No decorrer da futura ação penal vamos ver se a gente consegue a absolvição de Fernando. O argumento utilizado pela defesa foi do flagrante preparado. Da forma que foi feito o convite para ir ao motel e após o chamado a Polícia aparecer tudo leva a crer que ele foi vítima de uma armação. Já existia antes um boletim de ocorrência registrado por ela, e a polícia ia tomar as providências cabíveis. Ela se antecipou e ele cedendo aos anseios acabou caindo nessa armação”, explicou.

Advogado Rosimário Carvalho | Foto: Ed Santos/Acorda Cidade

De acordo com o advogado, Fernando não tinha interesse em divulgar as fotos. Ele queria ter a conjunção carnal com a cliente, desde que houvesse o consentimento. “No motel não aconteceu nada, nem um beijo”, acrescentou.

Rosimário Carvalho informou ainda que consta nos autos do processo que Fernando e a cliente já tiveram um relacionamento amoroso. Esteve presente na audiência de custódia, além do juiz de direito Wagner Ribeiro Rodriges, a promotora Semiana Silva de Oliveira.

Entenda o caso

Uma recepcionista de 34 anos foi até a loja do empresário para trocar o celular e deu o aparelho antigo como entrada. Mesmo tendo apagado todos os seus arquivos, dias depois ela soube que Fernando conseguiu recuperá-los e o mesmo passou a ameaçá-la dizendo que iria divulgar sua fotos íntimas que estavam no aparelho. A condição para que isso não acontecesse seria a vítima ter relações sexuais com ele.

A mulher registrou a queixa das ameaças na Delegacia de Atendimento à Mulher (Deam) e no domingo (20), após o empresário a pressionar e na tentativa de recuperar as fotos, ela foi ao encontro dele em um motel. Segundo ela, Fernando tentou agarrá-la à força e em um momento de desatenção ela ligou para a polícia que chegou até o local e efetuou a prisão em flagrante.

Procurado pela reportagem, Fernando não quis dar entrevista.

COMPARTILHAR
COMENTÁRIOS
Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Retiro Notícias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.