Alexandre de Moraes manda bloquear redes sociais de 7 suspeitos de atacar o STF

A operação combate fake news e possíveis ameaças aos integrantes e familiares do STF
às 17:23
Foto: Adriano Machado/Reuters

O ministro do Supremo Tribunal Federal, Alexandre de Morais, determinou o bloqueio de 7 contras em redes sociais que proferem ameaças e ofensas contra os integrantes da corte e seus familiares.

A decisão foi feita na sexta (12), a Polícia Federal deflagrou a operação nesta terça-feira (16). As sete pessoas determinada por Moraes são investigadas no inquérito aberto para apurar notícias falsas. Os mandatos de busca e apreensão em Brasília, São Paulo e Goiás.

Serão apreendido computadores, celulares e outros equipamentos eletrônico dos suspeitos, conforme a ordem. Um dos alvos, é o general da reserva Paulo Chagas, que foi candidato ao governo do Distrito Federal em 2018. Outro alvo é o policial civil de Goiás, Omar Rocha Fagundes, que, segundo Moraes, há publicações fajuntas. Em outra publicação, Fagundes teria escrito “O Peru fechou a corte suprema do país. Nós também podemos! Pressão total contra o STF”.

por Micael Levi | Redação RN com informações do Folhapress

COMENTÁRIOS
Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Retiro Notícias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.