Anticoncepcional masculino estará no mercado em breve

A nova droga não é hormonal e está focada em duas proteínas que desencadeiam o transporte do esperma

Foto: Reprodução

Cientistas australianos da Universidade de Monash acreditam ter desenvolvido uma opção que oferece controle de natalidade seguro e efetivo sem efeitos colaterais a longo prazo para os tão aguardados anticoncepcionais masculinos. De acordo com o site ‘Viva Bem’ dO ‘UOL’, a nova droga não é hormonal e está focada em duas proteínas que desencadeiam o transporte do esperma, impedindo-o de deixar o corpo –pelo menos em ratos. 

Até então, o desenvolvimento de uma pílula masculina hormonal estava paralisado por causa de efeitos colaterais irreversíveis a longo prazo na fertilidade e no desejo sexual, sem mencionar o potencial de causar defeitos congênitos.

Segundo os pesquisadores, já existe uma pílula no mercado que bloqueia o adrenoceptor α1A como tratamento para uma condição chamada hiperplasia prostática benigna ou próstata alargada. O próximo passo na pesquisa é desenvolver a pílula para bloquear a segunda proteína. Se essa etapa for bem-sucedida, a equipe procurará iniciar ensaios clínicos, estimando que, se tudo correr bem, a droga pode estar no mercado em apenas 5 a 10 anos.

COMPARTILHAR
COMENTÁRIOS
Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Retiro Notícias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.