Avião da Aeroméxico com 101 pessoas sofre acidente em Durango, no México

Aeronave era do modelo Embraer 190. Secretário de Transportes do México diz que voo levava 97 passageiros e quatro tripulantes.

Um avião da Aeroméxico, modelo Embraer 190, sofreu um acidente nesta terça-feira (31) nas imediações do Aeroporto Internacional Guadalupe Victoria, em Durango, no norte do México. De acordo com a companhia aérea, o acidente ocorreu por volta das 18h09, no horário de Brasília.

Bombeiros apagam fogo após acidente com avião da Aeroméxico perto do aeroporto de Durango, no México, na terça-feira (31) (Foto: Civil Defense Office of Durango Photo via AP)

Autoridades de segurança locais disseram que 85 pessoas ficaram feridas. Dois estão em estado crítico, afirmou a agência Reuters. A Associated Press, na última atualização, disse que, dos feridos, 49 estão hospitalizados. Já a Efe, citando o porta-voz da Secretaria de Saúde do estado de Durango, Fernando Ros, diz que são 80 feridos, 12 deles em estado crítico.

Havia 101 pessoas na aeronave: 97 passageiros e 4 tripulantes.

Em nota, a Embraer afirmou lamentar o acidente. "A Empresa já se colocou à disposição das autoridades aeronáuticas para auxiliar nas investigações e uma equipe de técnicos da Embraer prepara-se para deslocar-se para o local do acidente", disse.

Mau tempo

O governador do estado de Durango, Jose Aispuro, disse a jornalistas que o avião abortou a decolagem devido ao mau tempo. A aeronave, então, teria varado a pista e se incendiado. Não se sabe, porém, se o Embraer chegou ou não a sair do solo, ainda na pista.

Tanto o governador do estado quanto um representante da Defesa Civil informaram, cerca de uma hora depois do acidente, que não foram registradas mortes no local da queda. A secretaria de Saúde de Durango afirmou que 18 feridos foram atendidos no "Hospital General 450".

Fumaça de avião modelo Embraer 190, da Aeroméxico, que caiu próximo ao aeroporto de Durango, no México (Foto: Francisco Javier Castrellon/via Reuters)

O voo que sofreu o acidente foi o AM2431, da subsidiária Aeroméxico Connect, com destino à Cidade do México. A viagem deveria levar cerca de uma hora e 20 minutos em um avião modelo Embraer 190 - fabricado no Brasil em 2008 - com capacidade para 100 passageiros.

A companhia aérea operava o avião desde 2014 com a matrícula XA-GAL. De acordo com sites de monitoramento aéreo, esse foi o quinto voo daquela aeronave nesta terça, todos de ou para a Cidade do México.

Resgate dos feridos

O governador do estado de Durango, José Aispuro, disse, pelo Twitter, que solicitou equipes de segurança e de emergência para prestar atendimento no local do acidente. Em entrevista à imprensa local, Aispuro relacionou o acidente com uma tempestade que caía na região, corroborando com a versão apresentada pela administração do aeroporto.

Assim como Aispuro afirmou em seu perfil no Twitter, outras autoridades locais apontaram que não foram verificadas mortes no local do acidente. À agência Reuters, um porta-voz da Defesa Civil de Durango disse não haver registro de mortos.

Informações: G1 Mundo 

Uryel Victor / Retiro Noticias 

COMPARTILHAR
COMENTÁRIOS
Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Retiro Notícias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.