Cliente tem nome trocado por xingamento em conta de TV e internet

às 10:48 e atualizado às 10:48

Nome foi alterado depois de discussão entre consumidora e atendente.

Mulher registrou B.O. em Sorocaba e estuda acionar empresa na Justiça.

 

Uma mulher registrou um boletim de ocorrência na delegacia de Sorocaba (SP) depois de receber uma fatura de uma empresa de internet e TV a cabo onde seu nome aparecia substituído por um xingamento. Tanto na parte de fora do boleto quanto na parte de dentro, Kátia Nogueira foi alterado para “Vadia Nogueira”.

Por telefone, o G1 conversou com a assinante, que se disse extremamente ofendida com a situação. “Não dá para definir como eu me sinto neste momento. Não sei se é raiva, mágoa, decepção… não existe um xingamento que ofenda mais uma mulher do que esse”, afirma.

Segundo Kátia, ela tem tido problemas com a empresa desde outubro, quando deixou de trabalhar e as despesas passaram a depender totalmente do marido. Desde então, as contas atrasaram e ela precisou fazer vários acordos para continuar utilizando os serviços. Na semana passada, porém, a TV e a internet foram cortadas um dia depois de uma nova negociação, quando o atendente garantiu que isso não aconteceria.

Quando ligou para reclamar, Kátia afirma que foi atendida por uma mulher “impaciente” que a deixou esperando na linha por exatos 29 minutos. “Ela foi muito grossa e nós tivemos uma discussão acalorada. Trocamos farpas e eu exigi que ela transferisse a ligação para o setor de cancelamento. Ela me pediu para aguardar e eu fiquei ouvindo o barulho do call center no fundo. Depois de muito tempo, eu disse ‘Continuo esperando, viu?!’, e ela respondeu ‘Fique esperando, então’. Depois, ela colocou uma musiquinha e desligou”, relata.

Insatisfeita, a cliente ligou de volta. Dessa vez, outra pessoa atendeu e resolveu o problema. Porém, nesta quinta-feira (26), quando a fatura chegou, a consumidora levou um susto. “Primeiro, li Vânia; depois, Nádia. Achei que o boleto tinha sido entregue em endereço errado, e só depois entendi o que estava acontecendo”, conta.

Imediatamente, Kátia resolveu registrar um B.O. A delegada Darly Kluppel, que registrou a ocorrência, ficou igualmente indignada com o ocorrido. “É um caso inédito. Ela estava muito ofendida, assustada mesmo”, diz.

O caso foi registrado como injúria e a vítima foi orientada a procurar um advogado para acionar a empresa judicialmente. “Eles precisam ter cuidado com as pessoas que contratam, porque a empresa responde pelos seus funcionários”, ressalta a delegada.

Kátia ainda não decidiu se entra na Justiça contra a operadora, mas disse que já conversou com um advogado amigo da família sobre as providências que podem ser tomadas em um caso como esse.



Informações do G1

COMPARTILHAR
COMENTÁRIOS
Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Retiro Notícias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.