Com gols de ex-tricolores, Vitória bate o Bahia no primeiro clássico do ano

1O mundo dá voltas. Foi com essa mentalidade que Vander e Tiago Real parecem ter ido para o primeiro clássico de 2016, disputado na Arena Fonte Nova na tarde deste domingo (13) e válido pela sexta e última rodada da primeira fase do Campeonato Baiano. Os dois marcaram os gols que deram ao Vitória triunfo por 2 a 0 sobre o arquirrival Bahia, clube pelo qual passaram antes de chegar ao Barradão. O rubro-negro, que teve o jovem Caíque como surpresa e se destacando no gol, chegou ao sétimo jogo seguido sem perder do rival se aproximou do adversário na classificação geral e agora espera o adversário nas quartas de final do estadual. O jogo Apesar de começarem se estudando nos primeiros minutos do clássico, o Bahia teve boa chance logo aos dois, com Luisinho. Willian Farias falhou na gente da zaga e perdeu a bola para Zé Roberto, que avançou e tocou para o companheiro de ataque, mas o chute passou longo de gol defendido por Caíque. O Vitória respondeu aos 8, com Amaral arriscando de fora da área, para a defesa em dois tempos de Marcelo Lomba. Dois minutos depois, o Leão chegou novamente, com Tiago Real fazendo bom cruzamento da direita, mas Robert não conseguiu alcançar e atrapalhou. O Esquadrão teve grande chance aos 23 minutos, em jogada individual de Paulo Roberto. O volante disparou pelo meio e saiu na cara do gol, mas demorou de chutar e foi travado na hora do chute. Apenas três minutos depois, outro volante do Bahia levou perigo para a meta rubro-negra. Juninho, de muito longe, acertou o ângulo, mas o jovem Caíque fez grande defesa e mandou para escanteio. As tentativas do tricolor acordaram o Vitória, que chegou com força aos 30 minutos, e quase abriu o placar. Após bela troca de passes entre Marinho e Tiago Real, o atacante caiu na área mas seguiu com a jogada tocando para Tiago Real, que dominou na frente do gol e girou batendo, com a bola passando muito perto da trave de Lomba. A resposta do Bahia veio dois minutos depois, com Luisinho recebendo passe açucarado de Edigar Junio. O veloz atacante cabeceou no contrapé de Caíque, mas o jovem fez milagre e evitou o gol. Mesmo não atuando no Barradão, o rubro-negro não ficou atrás, e respondeu novamente à altura. Robert recebeu livre na área, mas cabeceou errado e mandou para fora. Segundo tempo Aproveitando uma falha do lateral Hayner, Vander aproveitou lançamento de Amaral e teve calma, de frente para o gol, para tirar de Marcelo Lomba e abrir o placar no primeiro clássico do ano: Vitória 1 a 0. No desespero para chegar logo ao empate o Bahia teve boa chance com Zé Roberto. O atacante recebeu cruzamento e cabeceou no cantinho, mas Caíque estava lá para salvar o Leão mais uma vez. Com espaço, o rubro-negro esteve perto de aumentar o placar no lance seguinte, com Tiago Real limpando e batendo firme, mas a bola passou para fora. Pressão rubro-negra O gol do Vitória mexeu com o Bahia, e o Leão foi para cima, chegando perto de ampliar em duas oportunidades seguidas. A primeira surgiu de uma linda jogada de Diego Renan, que puxou contra-ataque e deixou Robert na cara do gol. O experiente centroavante, no entanto, decepcionou e perdeu mandando longe do gol. Um minuto depois, Amaral desviou cobrança de escanteio e ficou limpa para Vinicius, mas o zagueiro errou o alvo e cabeceou para fora. Aos 14 minutos, não teve jeito. Na pressão pelo lado esquerdo do ataque, Marinho desarmou a defesa do Bahia e a bola sobrou para Tiago Real. O ex-tricolor ajeitou e caprichou no chute para marcar um golaço contra o Bahia, acertando o ângulo de Marcelo Lomba: Vitória 2 a 0. Depois de marcar o segundo, o rubro-negro passou a tocar mais a bola e segurou o resultado fora de casa, com direitos a gritos de 'Olé' vindos da torcida rubro-negra durante as longas trocas de passe do time comandado por Mancini. Apesar de tentar pressionar, o Bahia pouco conseguiu criar no restante do clássico, com a melhor chance de diminuir o placar sendo uma cobrança de falta feita por Éder, de longe, que passou levando perigo.   Ficha Técnica Bahia 0 x 2 Vitória Campeonato Baiano - 6ª Rodada Local: Fonte Nova, em Salvador, às 16h Arbitragem: Gleidson Santos Oliveira, assistido por Elicarlos Franco de Oliveira e Dijalma Silva Ferreira Junior. Cartões amarelos: Amaral, Vander e Ramon (Vitória); João Paulo (Bahia)   Bahia: Marcelo Lomba; Hayner, Gustavo (Robson), Éder e João Paulo; Feijão, Paulo Roberto (Rômulo) e Juninho; Luisinho, Zé Roberto (Jacó) e Edigar Junio. Técnico: Doriva   Vitória: Caíque; José Welison, Ramon, Vinícius e Diego Renan; Amaral, Willian Farias e Tiago Real (Leandro Domingues); Marinho (Arthur Maia), Vander e Robert (Flávio). Técnico: Vagner Mancini.
 

Bocão News

 
COMPARTILHAR
COMENTÁRIOS
Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Retiro Notícias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.