Como fazer repelente contra o zika: produtores ensinam

às 1:04

1Uma família, que planta citronela, está aproveitando para produzir repelente contra o Aedes Aegypti, mosquito que transmite dengue, febre chikungunya e Zika.

A família da dona de casa Marilena de Souza tem uma plantação com cerca de um hectare de citronela no Ramal do Sansinha,  a 20 km do centro de Cruzeiro do Sul, no interior do Acre.

Uma das principais propriedades da citronela é a repelência, diz Alceu Costa Borges, pesquisador e estudante de química da Ufac, Universidade Federal do Acre.

Os cultivadores tiveram a ideia de usar a planta para criar um repelente eficaz e simples.

Dona Marilena explica que basta unir a planta ao álcool e borrifar a solução na casa.

“A gente corta a palha da citronela e coloca de molho dentro do álcool. Após três ou quatro dias, tiramos e borrifamos na casa”, ensina.

A experiência em casa fez com que a família procurasse uma forma de obter lucro com a citronela e, então, fundou uma associação de produtores de citronela na comunidade.

Malária

E não é só contra o mosquito da dengue. O repelente também evita a transmissão da malária – doença infecciosa aguda ou crônica causada pela picada de outro mosquito, o Anopheles.

“Desde que começamos a usar o repelente caseiro nenhum de nós teve malária. E olha que aqui dava muita malária mesmo”, diz.

Sabão repelente

Segundo o agricultor Francisco de Souza, de 49 anos, a família planeja agora plantar citronela em mais quatro hectares.

O filho do casal, Edmauro de Souza, de 22 anos, conheceu um pesquisador da Universidade Federal do Acre (Ufac) durante um curso, que se interessou pelo trabalho da família.

“Formamos uma parceria e nosso objetivo é plantar mais e vender o óleo para a indústria que vai ser fundada futuramente em Cruzeiro do Sul”, disse.

O filho diz que já tentou até fabricar sabão com a planta, mas, segundo ele, o óleo era pouco e não foi suficiente. Mas, as tentativas devem continuar para realizar o sabão, que também será repelente.

Com informações do G1

COMPARTILHAR
COMENTÁRIOS
Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Retiro Notícias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.