Retirolândia: Membro de Família milionária faz cadastro e recebe auxílio emergencial

Para conseguir burlar o sistema o cidadão cadastrou um segundo CPF, o que é proibido pela Receita Federal

às 9:28

Avatar Por Redação

Foto: Reprodução de Redes Sociais/ Instagram

O filho mais velho do empresário Adriano Martins (até pouco tempo cotado para concorrer às eleições como candidato à prefeito) e de Michele Costa (possível vice na chapa de oposição ao prefeito Vonte do Merin), o blogueiro Filipe Martins aparece nos registros do Portal da Transparência do Governo Federal como beneficiário do Auxílio Emergencial, recurso destinado as pessoas carentes que perderam ou não tem renda e precisam comer e pagar suas despesas nesse período de pandemia.

Foto: Reprodução de Redes Sociais/ Instagram

A família de Filipe, conhecida como Família Martins, é conhecida por sua riqueza e poder e é possuidora de empresas, animais de corte, fazendas, terrenos, etc. Seu núcleo familiar mais próximo costuma circular a cada ano com carros de alto valor e sempre do ano o que prova, postar fotos de Jet Sky e passeios em casa de praia, o que comprova não ter necessidade de receber 600 reais que deveria ir para pessoas de baixa renda matarem a fome neste momento tão difícil.

Para burlar o sistema de batimento de dados do Dataprev (Órgão do Governo Federal usado para consultar os dados informados no requerimento), o milionário usou um CPF secundário, que com certeza não consta na Declaração de Imposto de Renda de seus pais, pois se constasse, o Governo não liberaria o dinheiro devido ao critério da Renda Familiar.

Fonte: Receita Federal

A denúncia foi feita ao site Retiro Noticias pelo vereador Aquiles Nereu, que se especializou em resolver problema de Auxílio Emergencial no Município de Retirolândia, tendo demonstrado que as informações estão disponíveis no Portal da Transparência do Governo Federal aberto para consulta por toda população. O edil informou que vai levar a Denúncia para a Câmara de Vereadores, que deliberará em conjunto o que fazer. A veracidade da notícia foi consultada pela equipe do RN no site do Dataprev, conforme tela abaixo, onde se verifica que o pagamento da primeira parcela ao jovem ocorreu em 29/04/2020.

Fonte: Dataprev

Uma pesquisa do Instituto Locomotiva mostra que 3,89 milhões de famílias integrantes da parcela mais rica da população brasileira pediram o auxílio emergencial de R$ 600 e receberam o benefício do governo federal, mesmo sem ter direito. Elas têm renda superior a R$ 1.780 mensais por pessoa. Um dos critérios legais para receber o auxílio é ter renda de até R$ 522,50 por pessoa ou renda familiar mensal de até R$ 3.135.

Já o portal O Globo fez um cruzamento de dados e apontou 136 pessoas que se candidataram nas últimas eleições com declarações de bens superiores a R$ 1 milhão e que estão recebendo o auxílio.

A equipe do RN entrou em contato com Felipe para se manifestar sobre a denúncia, o mesmo se restringiu a enviar uma foto de um comprovante de pagamento bancário, de uma GRU (Guia de Recolhimento da União), datada de 27 de julho de 2020 no valor de R$ 600,00, mas sem explicar o que significava, conforme foto que segue abaixo.

Imagem enviada por Felipe

Siga o Retiro Notícias no Instagram - @retironoticias

COMPARTILHAR
COMENTÁRIOS
Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Retiro Notícias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.