Especialistas afirmam que Bolsonaro cometeu infração ao pilotar moto

Presidente circula com o capacete levantado e apoiado na testa, em vídeo divulgado para jornalistas
às 11:10
Foto: Reprodução

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) teria cometido uma infração de trânsito durante o passeio que fez de motocicleta na região de Guarujá, no litoral paulista, neste sábado (20). Especialistas consultados pela Folha analisaram um vídeo distribuído a jornalistas, em que o presidente circula com o capacete levantado e apoiado na sua testa.

Outro vídeo publicado pelo próprio presidente nas redes sociais também mostra Bolsonaro com o capacete levantado.

O advogado especialista em trânsito Maurício Januzzi afirma que andar com o capacete levantado dessa maneira é equivalente a ser flagrado sem o equipamento de proteção.

“É uma infração gravíssima. A penalidade é multa, 7 pontos na carteira, e a pessoa sofre um procedimento de suspensão da carteira de habilitação. Como mandatário da nação ele deu um péssimo exemplo de como conduzir motocicleta”, declarou Januzzi. De acordo com ele, com as imagens, o presidente pode vir a sofrer as punições.

O engenheiro Ailton Brasiliense, presidente da Associação Nacional de Transportes Públicos (ANTP), também avalia que o equipamento colocado de forma errada pode agravar um acidente. “É uma infração. Ele precisa estar fixo, porque se não estiver, não protege e pode piorar o ferimento”, explica.

A reportagem questionou ao Palácio do Planalto se o presidente é habilitado para dirigir moto, mas não obteve retorno.

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Uma voltinha de moto no Guarujá! Um forte abraço a todos!

Uma publicação compartilhada por Jair M. Bolsonaro (@jairmessiasbolsonaro) em

COMENTÁRIOS
Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Retiro Notícias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.