Esposa e filha de PM são encontradas amarradas em porta-malas de carro após sequestro no sul da Bahia

Vítimas não foram feridas e receberam atendimento do Samu. Polícia Civil acompanha caso, mas família ainda não esteve na delegacia para ajudar com informações.

Foto: Reprodução/Redes Sociais

A esposa e a filha de um cabo da Polícia Militar foram encontradas no porta-malas do carro da família, em uma localidade conhecida como Visgueira, no município de Itagimirim, sul da Bahia, na manhã desta terça-feira (10). As duas foram sequestradas na tarde de segunda (9), em Teixeira de Freitas.

As vítimas estavam amarradas e não tinham ferimentos. Conforme a Polícia Militar, a mulher e a filha, que é uma criança e não teve a idade divulgada, tinham saído de casa na tarde de segunda. As duas estavam no carro da família, foram fazer pagamentos e foram sequestradas por dois homens, que ainda não foram identificados.

Rondas foram feitas na região para tentar encontrar as duas ainda na segunda, mas elas só foram encontradas nesta terça, na cidade de Itagimirim, que fica a cerca de 200 km de Teixeira de Freitas, no porta-malas do próprio carro. Mãe e filha foram atendidas pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e passam bem.

Segundo a polícia, o registro da ocorrência não foi feito no dia do sumiço porque não havia passado as 24 horas necessárias para configurar o desaparecimento. Mãe e filha foram encontradas antes do prazo. Segundo a PM, o cabo da corporação, que é esposo e pai das vítimas, respectivamente, participou ativamente das buscas.

A Polícia Civil para saber detalhes sobre a situação, mas foi informado de que a família ainda não procurou a polícia para dar detalhes sobre o caso, que podem ajudar a esclarecer a situação. A Polícia Militar informou em nota que segue com as buscas para encontrar os criminosos.

G1/BA

COMPARTILHAR
COMENTÁRIOS
Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Retiro Notícias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.