Feira de Santana: Polícia registra 36 assassinatos em novembro de 2017; policiamento é intensificado em busca de redução

Foi o mais índice registrado neste período em relação aos últimos quatro anos.

No mês de novembro deste ano foram registrados 36 homicídios em Feira de Santana. O índice é maior que no mesmo período nos últimos quatro anos. De acordo com o coronel Luziel Andrade, comandante do Policiamento Regional Leste (CPRL), a maioria dos homicídios está relacionada ao tráfico de drogas.

O coronel chamou a atenção para a pulverização das regiões onde ocorreram os crimes. Segundo ele, os Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs) não foram em regiões isoladas, mas sim em diversos bairros da cidade. Em entrevista ao Acorda Cidade, o coronel destacou o trabalho da Polícia Militar na intensificação das operações em busca de resultados positivos.

“Sem dúvida nenhuma de que 90% está relacionado ao trafico de drogas. E a gente ver cada vez mais pessoas, inclusive jovens, que saem da prisão e que não tem a recuperação que a sociedade deseja porque cumprem pena, saem, e aí matam ou são mortos, de modo que a estatística não para. A gente procura intensificar a blitz e fazer policiamento ostensivo na mancha criminal. Um detalhe destes homicídios é que não ocorreram dentro de poucas áreas mas em áreas. Aconteceram totalmente pulverizados neste mês diferente dos meses passados “, observou.

O delegado Gustavo Coutinho, titular da Delegacia de Homicídios, disse ao Acorda Cidade que para coibir o registro de homicídios, a Polícia Civil, através da 1ª Coordenadoria Regional de Polícia (Coorpin), retomou a operação Visão Noturna, nos finais de semana.

Ele disse que o tamanho da cidade dificulta um pouco, mas que a polícia tem buscado estratégias para manter os índices estáveis. Gustavo Coutinho também destacou a dinâmica da mancha criminal. Segundo ele, em determinados períodos os crimes acontecem mais em algumas regiões e em outras passam a ter maior número de registros em outros locais.

Estatística

De acordo com o levantamento feito pelo repórter Aldo Matos, do Acorda Cidade, em relação os 36 assassinatos registrados no mês de novembro de 2017, todas as vítimas eram do sexo masculino, sendo que 33 delas foram mortas a tiros, duas a pedradas e duas a facadas. Dois destes homens eram menores de 18 anos.

Nenhum latrocínio (roubo seguido de morte) foi registrado no mês de novembro. Em novembro do ano passado ocorreram dois.


Bairros onde ocorreram crimes mês novembro:

 

Centro e Feira VII: 03 homicídios cada.

 

Gabriela, Parque Tamandari, Nova Esperança e Mangabeira: 02 homicídios cada bairro,

 

Jussara, Rua Nova, Limoeiro, Viveiros, Feira VI, Parque Lagoa Subae, Sítio Novo, Tanque da Nação, Parque Ipê, Queimadinha, Fancisco Pinto, Campo do Gado Novo, Asa Branca, Conceição, Conjunto.José Ronaldo, Brasília, Expansão do Feira IX, Beira Rio e Jardim Cruzeiro: 01 homicídio cada.

 

Distritos 
Maria Quitéria, Governador João Durval e Matinha: 01 homicídio em cada distrito.

 

Homicídio registrados em áreas das Companhias Independentes da Polícia Militar (CIPM):

64ª: 05 homicídios
65ª: 13 homicídios
66ª: 06 homicídios
67ª:12 homicídios

 

Acorda Cidade

COMPARTILHAR
COMENTÁRIOS
Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Retiro Notícias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.