Guerra no judiciário: Desembargador ignora Moro e determina que Lula seja solto imediatamente

Rogério Favreto e Sergio Moro travam disputa judicial

Foto: Reuters / Ueslei Marcelino

O desembargador Rogério Favreto, do TRF-4, ignorou despacho do juiz Sergio Moro e determinou que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva seja libertado imediatamente da prisão pela segunda vez neste domingo (8). As informações são do G1.

++Leia mais sobre: Política

“Registro ainda, que sem adentrar na funcionalidade interna da Polícia Federal, o cumprimento do Alvará de Soltura não requer maiores dificuldades e deve ser efetivado por qualquer agente federal que estiver na atividade plantonista, não havendo necessidade da presença de Delegado local”, afirma o novo despacho.

Mais cedo, Favreto determinou soltura do ex-presidente ainda neste domingo, alegando que a prisão de Lula não tem base judicial consistente. Em resposta, Moro determinou em despacho que não cumpriria a decisão porque o desembargador é “incompetente”.

 
COMPARTILHAR
COMENTÁRIOS
Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Retiro Notícias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.