Homem é acusado de subir em barriga de esposa grávida durante agressão

Agressor foi preso em flagrante na Lei Maria da Penha, em São Sebastião. Outros casos de violência doméstica chocam população do DF

Foto: ISTOCK

Um homem de 26 anos foi preso na noite desse domingo (23/9), por volta de 21h35, em São Sebastião (Distrito Federal). Ele foi acusado de agredir a própria esposa gestante. A Polícia Militar foi acionada, pelo telefone 190, pelo irmão da jovem agredida.

De acordo com a vítima, de 19 anos, seu companheiro chegou a subir em sua barriga durante as agressões. O acusado negou todas as acusações. A ocorrência foi apresentada na 30ª Delegacia de Polícia, onde o agressor foi preso em flagrante na Lei Maria da Penha.

A acusação de que o homem tenha subido na barriga da própria esposa gestante causa espanto, mas apenas se agrega a outros tipos de agressão sofridos por mulheres do Distrito Federal, no final de semana.

Violência
Na Cidade Estrutural, após uma DR, um homem tentou agredir a mulher e colocou fogo no carro dela
O acusado ficou inconformado após a esposa chegar de viagem e pedir separação. O próprio filho da vítima chamou a Polícia.

E, também em São Sebastião, uma briga de casal terminou com os dois feridos, na noite de domingo (23), por volta de 21h20. A Polícia Militar foi acionada por uma vizinha que escutou os pedidos de socorro.

Quando os policiais chegaram, encontraram uma mulher, de 46 anos, com o rosto bastante ensanguentado. Ela disse que seu marido havia tentado matá-la e que, para se defender, ela o havia esfaqueado.

Escondido na Igreja
Em outra situação de violência doméstica, um homem de 50 anos foi preso na noite de domingo (23), por volta das 20h, em Ceilândia, depois de agredir a esposa de 43 anos. A Polícia Militar foi chamada por vizinhos que escutaram os pedidos de socorro.

Quando os policiais chegaram, não havia ninguém em casa. Os militares perguntaram na vizinhança e ficaram sabendo que o casal tinha acabado de ir para a igreja. Os policiais foram ao local e, lá, encontraram a mulher. Ela apresentava marcas de agressão. O homem recebeu voz de prisão dentro da igreja e foi levado para 24ª Delegacia de Polícia, onde foi autuado em flagrante na Lei Maria da Penha.

Medidas protetivas
Já no Riacho Fundo, um homem de 28 anos foi preso, também na tarde de domingo (23), após descumprir medidas protetivas, impostas pela justiça, em relação à sua ex-companheira. A Polícia Militar foi chamada pela vítima, de 20 anos, que contou que desde sábado (22), ele, que não aceita o fim do relacionamento, vinha rondando sua residência.

A mulher mostrou aos policiais a decisão judicial que impôs as medidas restritivas ao acusado. Os PMs foram até o rapaz e deram voz de prisão a ele. O jovem tentou alegar que só queria recuperar um aparelho celular que estava na casa de sua ex. Questionado se sabia das medidas protetivas, respondeu que sim. Ele foi levado para 27ª Delegacia de Polícia, onde foi autuado em flagrante.

COMPARTILHAR
COMENTÁRIOS
Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Retiro Notícias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.