Lula defende Gleisi e reforça candidatura: ‘Sou candidato até que a verdade apareça’

Embora Gleisi encabece o grupo que defende o nome do ex-presidente até o fim, dentro do próprio PT há dissidência.

Foto: Filipe Araújo / Fotos Públicas

Mesmo preso o ex-presidente Lula está enviando cartaz ao PT. Desta vez Lula saiu em defesa de Gleisi Hoffman, presidente do Partido dos Trabalhadores. Segundo Lula a senadora do Paraná "está sendo atacada" por conta das discussões quanto à indicação de um Plano B para as eleições. "Se eu aceitar a ideia de não ser candidato, estarei assumindo que cometi um crime. Não cometi nenhum crime. Por isso sou candidato até que a verdade apareça e que a mídia, juízes e procuradores mostrem o crime que cometi ou parem de mentir", afirmou, repetindo o discurso já conhecido. 

O ex-presidente petista cumpre pena de 12 anos e meio por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, no processo do tríplex do Guarujá, município de São Paulo. 

Quem quer que eu não seja candidato, eu sei, inclusive, as razões políticas, pois são concorrentes. Outros acham que fui condenado em segunda instância, então sou culpado e estou no limbo da Lei da Ficha Suja", escreveu Lula em outro trecho do texto na carta.

Retiro Notícias

COMPARTILHAR
COMENTÁRIOS
Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Retiro Notícias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.