Lula ficou ‘irritado’ com exigências do PMDB para apoiar Dilma em 2010, afirma delator

1Contrário à escolha de Michel Temer (PMDB) para compor a chapa com Dilma Rousseff (PT), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) teria ficado “irritado” com as exigências do PMDB para apoiar a candidatura da petista. A revelação foi feita pelo marqueteiro João Santana em delação premiada. Em seu depoimento ao Ministério Público Federal (MPF), o publicitário afirmou que a preferência de Lula era para que o então ministro da Defesa, Nelson Jobim, ocupasse o posto. “Ele estava profundamente exasperado dizendo que não ia coligar [com o PMDB]. Que se dependesse dele, não ia coligar com o PMDB, porque o PMDB estava fazendo exigências absurdas”, contou. “Tá ficando impossível atender às exigências do PMDB”, teria dito Lula em um jantar no Palácio da Alvorada quando se reuniu com o núcleo da campanha de 2010. Santana não soube esclarecer, no entanto, quais eram as exigências do partido. BN
COMPARTILHAR
COMENTÁRIOS
Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Retiro Notícias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.