Mesmo com ordem de repouso, Bolsonaro antecipa volta ao cargo

Embora tenha dito estar bem, o presidente admitiu que só voltará “à atividade 100%” depois da viagem para os Estados Unidos, marcada para o dia 23 de setembro

às 8:01 e atualizado às 08:02
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Mesmo com ordem médica de repousar após a cirurgia à qual foi submetido no último dia 8, o presidente Jair Bolsonaro (PSL) voltou ontem (16) a Brasília e afirmou que reassume hoje (17) o cargo com despachos e conversas. A previsão anterior era de que só voltaria a trabalhar na quinta (19).

Por enquanto, Bolsonaro deve continuar no Palácio da Alvorada, residência oficial, mas poderá ir ao Palácio do Planalto, onde o presidente da República despacha. A decisão ficará a cargo dele, com base na opinião da equipe médica.

Leia mais: Com saída de Dodge, interino assume PGR até sabatina de Aras

Segundo o Planalto, a equipe de enfermagem da Presidência acompanhará Bolsonaro durante a recuperação da cirurgia. Na sexta (20), uma equipe médica de São Paulo viajará a Brasília para fazer exames.

Embora o presidente tenha dito estar bem, ele admitiu que só voltará “à atividade 100%” depois da viagem para os Estados Unidos. Bolsonaro deve viajar em 23 de setembro para discursar na abertura da Assembleia-Geral da Organização das Nações Unidas (ONU), marcada para o dia 24, e retorne ao Brasil no dia seguinte.

COMPARTILHAR
COMENTÁRIOS
Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Retiro Notícias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.