Morre aos 93 anos a atriz Eloísa Malfada, a Dona Nenê de a Grande Família

Atriz lutava contra problemas respiratórios e travava uma batalha contra o Alzheimer desde 2002

Foto: Divulgação

Eloísa Mafalda morreu aos 93 anos na quarta-feira (16). A atriz estava na cidade de Petrópolis, no Rio de Janeiro, e será velada em Jundiaí, cidade da região metropolitana de São Paulo, onde nasceu. Ela lutava contra problemas respiratórios e travava uma batalha contra o Alzheimer desde 2002.

A informação foi confirmada por Marcelo Berro, neto de Eloísa. “Vá com Deus, meu grande amor. Exemplo de correção profissional, foi ‘pãe’ e a pessoa que deu aval para a continuidade da gravidez da menina Mirian, que me permitiu nascer, sendo criado por essas duas mulheres sensacionais. Foi a primeira mulher que me pegou no colo. Sim! Antes de colocarem no colo da minha mãe, ela pegou da mão da obstetra e disse: ‘É meu neto!’. Nosso amor sempre foi explícito. Quando aprendi a escrever, escrevi em todos os livros da casa dela, listas telefônicas, paredes, gavetas: ‘Vó te amo’. Tomei esporro da mãe e do tio, mas ela disse que adorou!”, escreveu.

No post, ele compartilhou ainda mais memórias que tem da avó. “Ela me deu a primeira bola de basquete e eu morria de vergonha, quando aos 8 anos, ela parava o treino para me dar suspiro com o seguinte argumento: ‘Açúcar é energia’. Todo o conforto e condição de escolher qualquer caminho, sem medo de errar, foi ela quem nos proporcionou. Aquela menina Mirian Teixeira passou os últimos 10 anos, exclusivamente, vivendo para cuidar da nossa Rainha. Com louvor! Um carinho, atenção e paciência ao enfrentar “O alemão”, que me deram muito orgulho da minha mãe. Obrigado por tudo! Descanse em paz”, escreveu Marcelo.

Personagens Marcantes

Entre os personagens mais emblemáticos de Eloísa Mafalda estão Dona Nenê da primeira versão do seriado A Grande Família, na década de 1970. Também fez a inesquecível Maria Machadão, de Gabriela (1975), vivida por Ivete Sangalo na versão de 2012.

Entre os papéis mais populares, está Dona Pombinha, de Roque Santeiro (1985).

Revista Quem

COMPARTILHAR
COMENTÁRIOS
Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Retiro Notícias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.