Mourão descarta possibilidade de intervenção militar do Brasil na Venezuela

O vice-presidente afirmou que a situação está “muito confusa”
às 21:57
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O vice-presidente Hamilton Mourão descartou hoje (30) “qualquer possibilidade” de intervenção militar brasileira na Venezuela. Ele também declarou, após participar de reunião no Planalto com o presidente Jair Bolsonaro (PSL) e outras autoridades, que “a situação lá está muito difícil”.

O general vê que o presidente autoproclamado Juan Guaidó e o líder da oposição Leopoldo López “foram para uma situação que não tem mais volta. Não há mais recuo. Depois disso aí, ou eles vão ser presos, ou o Maduro vai embora”. Mourão disse que, para ele, a melhor situação é a saída de Maduro.

Foi decidido na reunião que a evolução do caso na Venezuela será acompanhada atentamente, e não há certezas sobre o que pode acontecer nas próximas horas. Ao ser questionado se Guaidó cometeu um exagero ao anunciar amplo apoio militar a seu favor, o general disse que “não pode dizer isso, mas é fato que eles foram para o tudo ou nada”.

COMENTÁRIOS
Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Retiro Notícias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.