4 anos depois, veja como está o Hope, abandonado por ser “bruxo”

O garotinho tinha dois anos e foi abandonado em uma aldeia da Nigéria porque os pais achavam que ele era feiticeiro, um bruxo, crença comum em algumas partes da África.

às 15:13

Avatar Por Redação Fonte: Só Notícia Boa

Hope em 2016 e em 2020 – Fotos: LandOfHope/Instagram

“Olhe para o meu Hope! Ele não é o garoto mais bonito do mundo?”. A frase é dos pais de Hope, que resgataram o menino há 4 anos, como mostrou na época o SóNotíciaBoa.

O garotinho tinha dois anos e foi abandonado em uma aldeia da Nigéria porque os pais achavam que ele era feiticeiro, um bruxo, crença comum em algumas partes da África.

Felizmente ele a organização Land of Hope – Terra da Esperança – o encontrou e salvou a criança que aparece na foto acima faminta e com sede, recebendo água da mulher que o adotou: a dinamarquesa Anja Ringgren Lovén.

Anja, é diretora da ONG, uma associação que salva bebês abandonados da realidade de serem torturadas, ou mesmo assassinadas por superstição.

Em 2012 ela decidiu começar a associação que já ajudou mais de 100 crianças até hoje.

Ela até adotou alguns deles, como o Hope.

“Antes de Hope, já havíamos salvado mais de 50 crianças que também estavam em péssimas condições, por isso estávamos bem preparados. Os pais de Hope não estavam na aldeia, eles o deixaram na rua e os moradores alegaram que ele era um mago. Levamos Hope ao hospital para tratamento e você sabe o resto da história. Hoje ele é um garoto forte e saudável que gosta de ir à escola e brincar com seus amigos da Terra da Esperança”, disse Anja Ringgren Lovén ao Vanguard.

Vida nova

Este ano Anja compartilhou fotos mostrando como o pequeno Hope está agora e festejou a vida.

“Quero compartilhar fotos de Hope como ele se parece hoje, 4 anos após o resgate. Um menino muito forte, inteligente, engraçado e lindo que, apesar de todas as adversidades, sobreviveu!”, escreveu.

Veja o texto lindo que ela escreveu:

“Hope viu muitas vezes a famosa foto dele comigo. Ele vai apontar para si mesmo pra dizer que é ele na foto e então vai sorrir, como se estivesse orgulhoso. Mas eu sei que não é sobre orgulho. As crianças nascem com a capacidade de perdoar. As crianças nascem sem preconceitos. Quando as crianças aprendem o que pensar e não como pensar, falhamos como sociedade”.

Ela pergunta:

“Criamos Hope para odiar seus pais que o abandonaram, acusaram-no de ser feiticeiro e o deixaram sozinho na rua para morrer? Não, claro que não.  A superstição é causada pela falta de educação estrutural, pobreza extrema, fanatismo religioso e corrupção”.

E alerta:

“Nenhuma sociedade pode se desenvolver se as pessoas forem privadas dos direitos humanos básicos, como acesso à educação, saúde e proteção social. A educação é o investimento mais poderoso em uma sociedade e a maior arma contra a ignorância”.

Anja conclui falando do Hope de hoje:

“Como todos os nossos 74 filhos, Hope vai à escola todos os dias. A escola é a principal fonte de conhecimento a que as crianças podem ter contato. Apesar de sua pouca idade, e depois de 4 anos sob nossos cuidados, Hope sabe que o ódio é um fardo muito grande para carregar. Só precisamos de amor”.

“Como já disse muitas vezes, Hope não foi resgatado apenas por mim. Hope foi resgatado por @davidumem @nsidibeorok e eu, e durante 4 anos ele tem sido amado, protegido e cuidado por todos os nossos funcionários e crianças na Terra da Esperança”.

“Olhe para o meu Hopiiiiii Ele não é o garoto mais bonito do mundo?”, concluiu Anja.

View this post on Instagram

Today is the 30 of January 2020, and today is exactly 4 years ago we rescued Hope. I think most people in the world has seen or heard about the famous picture of Hope and I, where I kneel down in front of his starving malnourished body to give him water. I don´t want to share the picture today. Instead I want to share pictures of Hope how he looks like today, 4 years after the rescue. A very strong, intelligent, funny and beautiful young boy who despite all odds, survived ! Hope has seen the famous picture of him and I many times. He will point at himself to say that it’s him on the picture, and then he will smile, as if he was proud. But I know it’s not about pride. Children are born with the ability to forgive. Children are born with no prejudices. It is when children are taught what to think and not how to think, we fail as a society. Do we raise Hope to hate his parents that abandoned him, accused him of being a witch and left him alone on the street to die ? No, ofcourse not. Superstition is caused by lack of structural education, extreme poverty, religious fanaticism and corruption. No society can develop if it’s people are deprived basic human rights such as access to education, health care and social protection. Education is the most powerful investment in a society and the greatest weapon against ignorance. Like all our 74 children, Hope goes to school every day. School is the foremost fountain of knowledge children can be exposed to. Despite his young age, and after 4 years in our care, Hope knows that hate is to great a burden to bear. All we need is love ❤️ As I have said many times before, Hope was not rescued by only me. Hope was rescued by @davidumem @nsidibeorok and I, and for 4 years now he has been loved, protected and cared for by all our staff and children at Land of Hope. Look at my Hopiiiiii 😍 Is he not just the most handsome boy in the world ? 😍 #hope #rescue #childrights #childrennotwitches #landofhope #education #socialprotection #healthcare #love #development #nigeria #humanity #africa #progress #enlightment #lovenothate #ignorance #humanrights #protection #childrenareourfuture

A post shared by Anja Ringgren Lovén (@landofhope) on

Siga o Retiro Notícias no Instagram - @retironoticias

COMPARTILHAR
COMENTÁRIOS
Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Retiro Notícias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.