No sofrimento, Brasil joga mal mas busca empate com o Paraguai no final do jogo

1A Seleção Brasileira visitou o Paraguai pela sexta rodada das Eliminatórias da Copa do Mundo, nesta terça-feira (29). Jogando no Defensores del Chaco, o time da casa teve ampla supremacia durante toda a partida mas deixou o Brasil empatar no final do jogo por 2 a 2, evitando um resultado desastroso para os brasileiros.

Para o Paraguai, Lezcano e Edgar Benítez fizeram 2 a 0. No segundo tempo, Ricardo Oliveira diminuiu e Daniel Alves salvou no fim. Com o resultado, o Brasil se encontra agora na sexta colocação, com 9 pontos conquistados. O Paraguai, por sua vez, vem logo atrás, na sétima colocação, com o mesmo número de pontos.

O próximo confronto do Brasil será apenas no dia 2 de setembro, contra o Equador, fora de casa. Os equatorianos estão na vice-liderança do torneio, na zona de classificação. O Paraguai enfrenta o Chile, dentro de casa, na mesma data.

O JOGO
Paraguai e Brasil entraram em campo em situações muito distintas na tabela. Com as ausências de Neymar e David Luiz, suspensos, Dunga colocou em campo Gil e Ricardo Oliveira, deixando jogadores como Marquinhos, Coutinho e Jonas de fora.

Primeira chance
O primeiro chute do jogo foi do Brasil. Aos dois minutos, após bate-rebate na área, Daniel Alves tentou de longe, mas o goleiro Villar pegou com facilidade. Logo aos três, Willian fez boa jogada individual, mas na hora de chutar isolou.

Demorou, mas respondeu
Aos 17 minutos, bola na área brasileira. Na cobrança, o jogador paraguaio mandou a bola na trave. No rebote, Alisson fez uma grande defesa no chute de Gómez. Aos 19, o goleiro brasileiro já aparece como destaque do jogo. Numa sobra de bola, uma defesa à queima-roupa no chute de Gómez novamente.

Brasil sofrendo pressão
Aos 20 minutos, Daniel Alves salva. No cruzamento de Samudio, ele cortou a bola que vinha para Edigar Benítez, colocando para escanteio. Na cobrança, Aguilar apareceu livre e chutou para fora.

Resposta brasileira
Aos 27 minutos, uma jogada de rara consciência do Brasil. Em jogada de Willian pela direita, o passe para Ricardo Oliveira originou uma pancada na trave.

Gol do Paraguai
Aos 39 minutos, a supremacia fez efeito. Em bola perdida por Willian no meio de campo, Benítez cruzou na esquerda. A bola passou por Roque Santa Cruz e sobrou para Lezcano, que bateu no chão e fez a bola quicar e morrer no fundo do gol de Alisson.

Segundo tempo e outro gol paraguaio
Aos três minutos, grande jogada de Roque Santa Cruz que tocou para Ortigoza. O volante paraguaio encontrou Benítez que tocou para ampliar: 2 a 0.

Que isso, Hulk?
Na primeira jogada do Brasil dentro da área paraguaia, aos 16 minutos, Hulk pegou a bola limpa, mas chutou a bola para a lateral de campo. No lance seguinte, Gil até marcou o gol brasileiro, mas não valeu. A falta de ataque foi marcada.

Gol do Brasil
Aos 32 minutos, um suspiro brasileiro. Na intermediária, Hulk recebeu a bola e soltou uma pancada. O goleiro deu Villar e, Ricardo Oliveira, numa jogada típica de centroavante, empurrou a bola para o gol: 2 a 1.

Gol do empate
Na pressão o Brasil empatou aos 47 do segundo tempo. Daniel Alves recebeu a bola dentro da área e chutou de perna esquerda.

FICHA TÉCNICA
Paraguai x Brasil
Eliminatórias da Copa do Mundo – 6ª rodada
Local: Defensores del Chaco, Assunção (Paraguai)
Data: 29/03/2016
Horário: 21h45h
Árbitro: Wilmar Roldán (COL)
Assistentes: Alexander GUZMAN (COL) e Cristian DE LA CRUZ (COL)
Cartões amarelos:Miranda (BRA); Samudio, Gómez e Villar (PAR)
Gols: Lezcano e Edgar Benítez (PAR); Ricardo Oliveira (BRA)

Paraguai: Villar, da Silva, Aguilar, Gómez e Samudio; Ortiz (Santana), Ortigoza, González e Edgar Benítez; Jorge Benírtez (Roque Santa Cruz) e Lezcano (Iturbe).Técnico: Ramon Díaz.

Brasil: Alisson, Daniel Alves, Miranda, Gil e Filipe Luís; Luiz Gustavo (Lucas Lima), Fernandinho (Hulk) e Renato Augusto; William, Douglas Costa e Ricardo Oliveira (Jonas). Técnico: Dunga

facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail
Comente aqui!