Onyx usava notas fiscais de empresa de amigo para receber verba de gabinete, diz jornal

Responsável pela articulação política, ministro da Casa Civil teria recebido R$ 317 mil entre 2009 e 2018
às 11:00

Por Estadão Conteúdo | Com informações do jornal Zero Hora desta terça-feira (8)

Foto: Dida Sampaio/Estadão

O ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni (DEM-RS), usou 80 notas fiscais de uma empresa de consultoria pertencente a um amigo de longa data para receber RS 317 mil em verbas de gabinete da Câmara dos Deputados entre os anos de 2009 e 2018. As informações são do Jornal Zero Hora.

Entre as 80 notas, 29 foram emitidas em sequência, o que indica que Onyx teria sido o único cliente da firma.

Em nota oficial, Onyx informou que não há nada irregular. “A empresa sempre prestou os serviços e recebeu por eles, na forma da lei. Trata-se de consultoria tributária – não apenas para projetos meus e sim aconselhamento para todso os projetos em destaque nesta questão”, afirmou, dizendo que a empresa faz o acompanhamento da execução do orçamento geral da União para fins de emendas parlamentares.

“Com relação aos recursos da campanha eleitoral, cabe esclarecer que a empresa prestou serviços para o partido e todos os candidatos”. Segundo ele, todas as contas foram aprovadas e há rígido acompanhamento sobre a questão.

COMPARTILHAR
COMENTÁRIOS
Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Retiro Notícias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.