Polícia Militar da Bahia ameaça entrar em greve em 2014

O presidente da Associação dos Praças de Salvador (Aspra), Marcos Prisco, criticou duramente nesta segunda-feira (4) as condições de trabalho dos policiais militares na Bahia. Segundo o R7, Prisco não descartou a possibilidade de greve da PM da Bahia em 2014, ano de Copa do Mundo e eleitoral, e, ainda atribuiu a atitude à falta de diálogo do governo federal, que ainda não possui canal de comunicação aberto com a categoria.

- Esperamos que o que está na mesa saia do papel, por que os policiais militares da Bahia infelizmente não confiam no governador, devido a toda promessa eleitoreira durante o período da campanha eleitoral, como pagamento da URV e valorização salarial, que não ocorreu.

Atualmente, o policial militar na Bahia recebe salário líquido de R$ 1.800, considerado o quinto pior do Nordeste. Ainda de acordo com o presidente da Aspra, a situação enfrentada pelos trabalhadores é desestimulante, pois um soldado da PM em Sergipe ganha R$ 3.800 mensalmente.

Ainda de acordo com o portal R7, o sindicalista afirmou que não tem como mensurar um valor fixo para quem enfrenta diariamente vários riscos para proteger a população, mas acha que um salário em torno de R$ 4,5 poderia dar mais dignidade aos trabalhadores.

Comente aqui!