Homem é preso suspeito de praticar série de estupros no Espírito Santo

De acordo com a polícia, ele usava objetos cortantes nas vítimas e até introduzia uma arma de fogo nas partes íntimas das vítimas.

às 11:01

Por Micael Levi , com informações da TV Vitória e do site Folha de Vitória

Foto: Reprodução

Um homem de 36 anos foi preso na última quinta-feira (26), suspeito de praticar estupros no município de Cariacica, na Grande Vitória, no Espirito Santo. Segundo o site Folha de Vitória, os dois últimos aconteceram no último final de semana.

Glaupiherle Grasielo Rocha já possuía um mandato de prisão em aberto por suspeita de praticar pelo menos quatro estupros na região. De acordo com a polícia, ele usava objetos cortantes nas vítimas e até introduzia uma arma de fogo nas partes íntimas das vítimas.

Ele que era microempreendedor exibia fotos com o veículo que, ao que tudo indica, era utilizado para cometer os crimes. O automóvel, apreendido pela polícia durante a ação, tinha marcas de sangue. As informações dão da Folha de Vitória.

Segundo a polícia, Glaupiherle abordavam as mulheres na rua e ameaçavam com uma arma de fogo, em seguida encaminhavam as vítimas para um local escondido em uma rodovia, onde os estupros aconteciam.

A polícia conseguiu chegar até as vítimas após uma mulher da entrada em um pronto socorro. A Polícia Militar conta que a vítima, 38 anos, foi encontrada ferida e desacordada na rodovia onde ele praticava o crime. Algumas vítimas tiveram que fazer reconstrução do órgão genital após os abusos.

A arma do suspeito ainda não foi encontrada. Além do carro apreendido, a polícia apreendeu uma motocicleta de placa adulterada e animais silvestres criados de maneira irregular. As informações são da TV Vitória e Folha de Vitória.

Siga o Retiro Notícias no Instagram - @retironoticias

COMPARTILHAR
COMENTÁRIOS
Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Retiro Notícias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.