Assembleia Legislativa da Bahia aprova antecipação de feriados de São João e Dois de Julho

Medida foi anunciada na última sexta-feira (22) pelo governador Rui Costa. Salvador e mais oito municípios vão antecipar feriados para esta segunda (25) e terça-feira (26).

às 15:32 e atualizado às 15:58

Avatar Por Pablisia Barreto Fonte: G1 Bahia

Assembleia Legislativa da Bahia realiza sessão virtual — Foto: Divulgação/Alba

A Assembleia Legislativa da Bahia (Alba) aprovou, em sessão virtual realizada neste sábado (23), o projeto de lei que antecipa os feriados de São João e Dois de Julho para esta segunda (25) e terça-feira (26). A medida foi anunciada na última sexta (22), pelo governador Rui Costa, que sancionou o projeto neste sábado.

Salvador e mais oito municípios baianos, que têm mais de 100 casos confirmados de Covid-19, vão antecipar feriados para diminuir a circulação de pessoas e conter a disseminação do novo coronavírus. Somam-se à capital baiana, as cidades de Feira de Santana, Itabuna, Ilhéus, Jequié, Lauro de Freitas, Candeias, Ipiaú e Camaçari.

O prefeito ACM Neto, que concedeu entrevista coletiva na sexta, anunciou que, na quarta-feira (27), será comemorado o feriado de 8 de dezembro, data em que é celebrada Nossa Senhora da Conceição, padroeira da Bahia. Já em Lauro de Freitas, o feriado antecipado será o do dia 31 de julho, data de emancipação do município.

Para os dias 28 e 29 de maio (quinta e sexta-feira), o Governo do Estado publicará decreto com a suspensão dos serviços não essenciais em nove cidades com mais de 100 casos confirmados da Covid-19. São elas: Salvador, Feira de Santana, Lauro de Freitas, Itabuna, Ilhéus, Jequié, Candeias, Ipiaú e Camaçari.

Nesses municípios, nos dias 28 e 29 de maio, será permitido apenas o funcionamento das agências bancárias, farmácias, indústrias, limpeza pública, manutenção urbana, supermercados e outros serviços relacionados a saúde e segurança.

Siga o Retiro Notícias no Instagram - @retironoticias

COMPARTILHAR
COMENTÁRIOS
Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Retiro Notícias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.