Presidente das Filipinas é criticado após beijar servidora em evento

Funcionária garante que o único objetivo foi entreter plateia

Foto: Reprodução / YouTube / Rappler

O presidente das Filipinas, Rodrigo Duterte, causou alvoroço mais uma vez. Conhecido por declarações polêmicas e políticas ‘linha dura’, ele agora foi criticado por beijar a boca de um servidora do país durante um evento.

O líder do país do sudeste asiático fazia um discurso na Coreia do Sul quando pediu que uma funcionária do país no exterior, chamada Bea Kim, subisse ao palco e pediu-lhe um selinho.

Os espectadores, em sua maioria servidores filipinos, gritaram eufórica, informa O Globo. Após evento, a funcionária afirmou à mídia local que “não houve malícia” no beijo. Um grupo de ativistas não pensou desta forma e descreveu a cena como “um nojento teatro de um presidente misógino”.

O mesmo grupo destacou que o evento não passou de uma esforço para desviar a atenção das pautas importantes das Filipinas. Duterte já foi acusado de comportamento inapropriado frente às mulheres em outros casos.

 
COMPARTILHAR
COMENTÁRIOS
Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Retiro Notícias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.