Presidente do SINDISMUR desabafa: “Continuamos na luta pelos diretos dos servidores municipais”

às 1:10 e atualizado às 11:05

Todo texto dessa matéria foi narrado pelo próprio presidente da SINDISMUR, Antonio pereira da Silva (Tonhão)

Tonhão na sessão da Câmera de Vereadores dia 28/05

Ao contrario do que estão propagando por ai, o SINDISMUR (Sindicato dos Servidores Públicos Municipais), sempre lutou e continua lutando pelos direitos dos servidores do nosso município.

Em 2009, lutamos por um salário melhor para os professores na oportunidade, o prefeito mandou um projeto para câmara de vereadores estabelecendo um piso salarial para o professor nível l 40 horas no valor de R$ 950,00 (novecentos e cinqüenta reais), não aceitamos e graças a nossa luta, conseguimos um piso no valor de R$ 1.014,56 (Um mil e catorze reais e cinqüenta e seis centavos) aprovado em 03 de junho de 2009 por meio da lei Nº262.

Recentemente, o prefeito mandou um projeto de lei para a câmara vereadores (projeto de lei Nº 012 de 09 de maio de 2012) alterando o valor do piso do professor para R$ 1.451,00. Mais uma vez, não concordando com o valor e com a colaboração dos vereadores da oposição, propomos uma emenda ao referido projeto, com o objetivo de fazer cumprir o que determina a lei federal Nº 11.738/2008, assim como a lei municipal Nº 262/2009, que estabelecem que o piso deverá ser atualizado em janeiro de cada ano com base no mesmo índice de crescimento do valor aluno repassados pelo MEC.

Por entendermos que o prefeito esta descumprindo a lei federal assim como a lei municipal a qual foi sancionada por ele mesmo, propomos uma alteração no valor do piso de 1.451,00 para R$ 1.575,53 (um mil quinhentos e setenta e cinco e cinqüenta e três centavos), que é o valor devido pelo município aos nossos professores, tendo em vista que o prefeito Bequinho não deu aumento aos professores no ano de 2010, não repassou o aumento integral dado pelo MEC em 2011, o que corresponde a uma perda de mais de 14%.

Com relação a matéria publicada no site Calila Noticias onde o prefeito qualifica denuncia feita pelo SINDISMUR ao CNTE como inverídica , está mais do que provado que a mesma é verdadeira, ou seja o prefeito não está cumprindo a lei do piso.

Comunicamos aos nossos companheiros e companheiras professores, que a emenda foi aprovada por todos os vereadores presentes na ultima sessão, esperamos que o prefeito cumpra com a sua parte e pague o salário devido aos professores.

Com relação aos demais servidores que recebem salários superiores a um salário mínimo, temos lutado também. Em 2010, com muita luta conseguimos um aumento de 7%.

O prefeito mandou um projeto de lei Nº 011 de 09 de maio de 2012 para a câmera de vereadores, propondo um aumento de 5,06% para os servidores .

A perda salarial desses servidores ao longo da gestão atual comparada com o aumento do salário mínimo é de 35,73% tendo em vista que o governo federal aumentou o salário mínimo de 2009 a 2012 em 42,73% e o prefeito deu apenas 7%.

Propomos uma emenda a qual foi aprovada por todos os vereadores de um aumento de 16,12%, aumento que apenas repõe as perdas do índice da inflação que durante a gestão atual ficou acumulado em 23,12%, sendo que o prefeito deu apenas 7%.

Iremos ficar atentos, esperamos que o prefeito cumpra a sua parte, e aumente os salários dos servidores.

“não existe atendimento publico à sociedade sem a presença de um servidor”. Por isso exigimos a valorização do servidor já.

Antonio pereira da Silva (Tonhão) presidente do SINDISMUR

 

COMENTÁRIOS
Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Retiro Notícias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Gostei da atitude do SIDISMUR, porem uma pergunta porque o sindicato ficou tanto tempo calado, sem se manifestar? eu já tinha até decidida a mim desfiliar

Isso sim: é um cidadão informado que luta pelos nossos direitos que nos foi dado não pela esfera municipal e sim pela estadual e federal.

Fico pensando aqui Retiro: se o atual prefeito descumpri uma lei já viva, séria, imposta por pessoas acima à sua autoridade
Imagine o povo !

As eleções estão próximas e devemos mostrar o quanto podemos mudadr tudo isso

“não existe atendimento publico à sociedade sem a presença de um servidor”. Por isso exigimos a valorização do servidor já.

Parabésn ao SIMDISMUR.