Retirolândia: Homem é flagrado pela polícia com chaves de manobras de registro da embasa

Um cidadão foi apanhado em flagrante pela civil de Retirolândia-BA, por volta das 11:h da manhã desta quarta-feira, 25/01, quando fazia manobras em um dos registros da embasa, desviando o curso da água e possibilitando a passagem do líquido para abastecer a rua onde mora. O gatuno que cometia o “by pass”, não foi preso, nem teve seu nome informado pela polícia à empresa fornecedora do produto.4

O “criminoso” estava de posse de duas chaves de ferro, compatíveis com as que são utilizadas por funcionários da EMBASA para fazer as manobras dos registros.

Funcionário exibe Chaves apreendidas

Funcionário exibe Chaves apreendidas

A empresa pretende registrar Boletim de ocorrência na delegacia de polícia da cidade, dando conta desse tipo de ocorrência que traz prejuízos para a empresa e para o consumidor.

De acordo com a fornecedora, os tradicionais gatos e outros tipos de crimes como o impedimento da rotação do hidrômetro para que este não registre a passagem da água, como mostram as imagens, cometidos por pessoas que se acham acima da ordem e da lei, podem estar contribuindo diretamente com a falta d’água em residências e outros setores.2Esses tipos de crimes serão denunciados ao ministério público e à justiça, o que forçará os infratores a responder pelos danos e prejuízos causados.
De acordo com os funcionários, não é possível verificar as manobras quando alguém age de má fé com esse tipo de procedimento. Com o desvio da água, o sistema perde a pressão e o abastecimento fica comprometido.

A embasa pede que cada cidadão fique vigilante e denuncie os casos irregulares que tomar conhecimento.3

“Nós abrimos o registro de determinada zona e esperamos o abastecimento ocorrer de forma satisfatória para todos naquele setor, porém, não tendo conhecimento de crimes como esse que tira a água da casa de muitas famílias, nós não temos como controlar a situação. Com isso, só a empresa é questionada, quando, na verdade, alguém age de forma criminosa para prejudicar: a EMBASA, nosso trabalho e os cidadãos de bem que têm o direito de receber a água em suas casas”, disse um funcionário.

Esse registro que fica na Avenida Filadélfio Carneiro e, quando aberto, garante o abastecimento no Conjunto Alto do Camilo, tem sido alvo constante de invasores que retiram a tampa e fazem as manobras, prejudicando o trabalho diário do funcionário responsável pelo controle no abastecimento e pelas manobras que garantem água aos consumidores.
Outro registro que tem sido atacado por criminosos, fica na região de Lagoa do Bois, de acordo com a empresa.

facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail
Comente aqui!