Retirolândia: Prefeito decreta Estado de Emergência no Município

O prefeito de Retirolândia-BA, Alivanaldo Martins dos Santos, Vonte Merim, decretou estado de emergência no município nesta quarta-feira, (15) devido à longa estiagem e os efeitos da seca que perdura na região há alguns meses.

Barragem do Mucambo

Barragem do Mucambo

A medida adotada pelo gestor, ocorreu depois que a COMDEC- Comissão Municipal de Defesa Civil  do município, recomendou o decreto, apos concluir que a grave estiagem no município tem causado sérios problemas à população, ameaçando a vida e os bens dos munícipes em todas as regiões do território Municipal.

Além de adotar providências necessárias para minimizar os efeitos da estiagem, a finalidade do decreto é contar com suporte do governo que garanta assistência às famílias atingidas, minimizando os danos que a seca vem causando.

A baixa quantidade de água existente nos reservatórios do município e o volume disponível nos domicílios e comunidades, foi um fator considerado como de vital importância para a adoção da medida pelo chefe do executivo.

As conseqüências climáticas, consideradas como desastres pelo prefeito Vonte, resultam, de acordo com o decreto, em danos materiais, ambientais, econômicos e sociais.

Embora a estiagem aflija todo o município, o prefeito observou a  necessidade de garantir maior assistência às comunidades rurais, cuja população padece com a falta do líquido e a luta diária com seus rebanhos.

Carro Pipa

A operação distribui água potável por meio de carro-pipa para a população situada nas regiões afetadas pela estiagem ou seca,  na região do semiárido baiano. A ação é executada pelo Governo Federal através do exército brasileiro e Estado da Bahia através da Defesa Civil (SUDEC) em parceria com os municípios.

O  Cartão  de  Pagamento  de  Defesa  Civil  é  a  forma  exclusiva  para  o  pagamento  de  despesas  com  ações  de  resposta,  que  compreendem  socorro,  assistência  às  vítimas  e  restabelecimento  de  serviços  essenciais,  definidas  no  Decreto  nº  7.257,  de  4  de  agosto  de  2010,  promovidas  por  governos  estaduais, do Distrito Federal e municipais com recursos transferidos pela União. (VEJA A PUBLICAÇÃO)

 

ASCOM PMR

facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail
Comente aqui!