Saiba quais os assuntos estarão no processo seletivo para Agente de Saúde em Retirolândia

As inscrições já estão abertas desde o dia 18 de Agosto e vai até primeiro de setembro.

às 23:21 e atualizado às 23:25

Por Micael Levi informações retiradas do edital

Foto: Reprodução

A prefeitura de Retirolândia, lançou no dia 16 de agosto, o edital do processo seletivo para o cargo de Agente Comunitário de Saúde, da SMS (Secretaria Municipal de Saúde), de Retirolândia.

As inscrições já estão abertas desde o dia 18 de Agosto e vai até primeiro de setembro.

A inscrição é só pela internet, no site da ISBA (clique aqui para acessar). Os usuários deverão entrar no endereço do site e clicar no ícone correspondente a Seleção Pública da Prefeitura Municipal de Retirolândia, preencher corretamente todos os campos do formulário de inscrição e efetuar o pagamento do valor de R$60 através do boleto bancário. O pagamento da taxa de inscrição só terá validade até o dia 02/09/2019, em horário de atendimento bancário.

É necessário lembrar que é obrigatório residir na microárea de opção para atuar. Será aprovado quem acerta a pontuação mínima de 50% da prova.

Para realizar concursos públicos é necessário ter idade mínima de 18 anos; a quitação com as obrigações militares e eleitorais; a aptidão física e mental; o gozo dos direitos políticos e o o nível de escolaridade exigido para o exercício do cargo.

As provas serão realizadas, em datas e locais serem posteriormente divulgados, sendo os candidatos convocados para as provas através de Edital publicado no Diário Oficial do Município (clique aqui para acessar), e no site da Instituição organizadora do Processo Seletivo (clique aqui para acessar). O candidato só terá acesso ao local de prova com o documento de identidade
(original).

Na prova terá 30 questões, sendo:

  • 05 assuntos de português;
  • 05 de matemática;
  • 10 de conhecimentos específicos para Agentes Comunitários de Saúde;
  • 10 de conhecimentos gerais/locais

Os portões serão abertos às  08h30 e fechados as 08h50. A prova terá duração máxima de três horas.

Assuntos

Língua Portuguesa

Leitura, compreensão e Interpretação de textos. Divisão silábica. Encontros vocálicos e consonantais. Equivalência e tranformações de estruturas textuais. Pontuação, ortografia e acentuação gráfica. Crase. Figuras de Linguagens. Separação de sílabas. Classificação e emprego das classes de palvaras (substantivo, artigo, numeral, adjetivo, pronome, verbo, advérbio, preposição e conjução). Sintaxe: análise dos processos de coordenação e subordinação. Regência verbal e nominal. Semântica.

Matemática

Números Pares e Impares, Antecessor e Sucessor, Números Primos, Múltiplos e Divisores, Divisibilidade, Razão, Proporção, Porcentagem, Regra de Três Simples, Juros Simples, Operações com Números Naturais, Fração Ordinária, Números Naturais e Inteiros, MMC, MDC

Conhecimentos Gerais / Atualidades

Conhecimentos relacionados com a realidade local, regional, brasileira ou mundial envolvendo aspectos históricos, econômicos, geográficos, sociais, políticos, culturais e científicos; Assuntos de interesse gerais amplamente veiculados, nos últimos meses, pela imprensa falada, escrita de circulação nacional, estadual ou ainda local – rádio, televisão, jornais, e/ou revistas, Internet (sites).

Conhecimentos Específicos para Agentes Comunitários de Saúde

Desenvolver ações que busquem a integração entre a equipe de saúde e a população adscrita à UBS, considerando as características e as finalidades do trabalho de acompanhamento de indivíduos e grupos sociais ou coletividade; trabalhar com adscrição de famílias em base geográfica definida: a micro área; estar em contato permanente com as famílias desenvolvendo ações educativas, visando à promoção da saúde e a prevenção das doenças, de acordo com o planejamento da equipe; cadastrar todas as pessoas de sua micro área e manter os cadastros atualizados; orientar famílias quanto à utilização dos serviços de saúde disponíveis; desenvolver atividades de promoção da saúde, de prevenção das doenças e de agravos, e de vigilância à saúde, por meio de visitas domiciliares e de ações educativas individuais e coletivas nos domicílios e na comunidade, mantendo a equipe informada, principalmente a respeito daquelas em situação de risco; acompanhar, por meio de visita domiciliar, todas as famílias e indivíduos sob sua responsabilidade, de acordo com as necessidades definidas pela equipe; cumprir com as atribuições atualmente definidas para os ACS em relação à prevenção e ao controle da malária e da dengue, conforme a Portaria nº 44/GM

(Gabinete do Ministro da Saúde), de 3 de janeiro de 2002; participar do processo de territorialização e mapeamento da área de atuação da equipe, identificando grupos, famílias e indivíduos expostos a riscos, inclusive aqueles relativos ao trabalho, e da atualização contínua dessas informações, priorizando as situações a serem acompanhadas no planejamento local; realizar o cuidado em saúde da população adscrita, prioritariamente no âmbito da unidade de saúde, no domicílio e nos demais espaços comunitários (escolas, associações, dentre outros), quando necessário; realizar ações de atenção integral conforme a necessidade de saúde da população local, bem como as previstas nas prioridades e protocolos da gestão local; garantir a integralidade da atenção por meio da realização de ações de promoção da saúde, prevenção de agravos e curativas; e da garantia de atendimento da demanda espontânea, da realização das ações programáticas e de vigilância à saúde; realizar busca ativa e notificação de doenças e agravos de notificação compulsória e de outros agravos e situações de importância local; realizar a escuta qualificada das necessidades dos usuários em todas as ações, proporcionando atendimento humanizado e viabilizando o estabelecimento do vínculo; responsabilizar -se pela população adscrita, mantendo a coordenação do cuidado mesmo quando esta necessita de atenção em outros serviços do sistema de saúde; participar das atividades de planejamento e avaliação das ações da equipe, a partir da utilização dos dados disponíveis; promover a mobilização e a participação da comunidade, buscando efetivar o controle social; identificar parceiros e recursos na comunidade que possam potencializar ações intersetoriais com a equipe, sob coordenação da SMS; garantir a qualidade do registro das atividades nos sistemas nacionais de informação na Atenção Básica; participar das atividades de educação permanente ao implicar -se nas atividades de formação e capacitação em serviço, bem como de apoiar ativamente os processos de ensino -aprendizagem com estudantes e professores das instituições de ensino conveniadas; e realizar outras ações e atividades a serem definidas de acordo com as prioridades locais.

BAIXAR EDITAL

Caso mulheres tenham necessidade de amamentar durante a realização da prova, além de solicitar condição especial no prazo de 72 (setenta e duas) horas, antes da realização da prova, deverá levar um acompanhante que ficará em sala reservada e que será responsável pela guarda da criança.

O que faz um agente de saúde?

O Agente Comunitário de Saúde (ACS), tem como atribuição o exercício de atividades de prevenção de doenças e de promoção da saúde, a partir dos referenciais da Educação Popular em Saúde, mediante ações domiciliares ou comunitárias, individuais ou coletivas, desenvolvidas em conformidade com as diretrizes do SUS que normatizam a saúde preventiva e a atenção básica em saúde, com objetivo de ampliar
o acesso da comunidade assistida às ações e aos serviços de informação, de saúde, de promoção social e de proteção da cidadania, sob supervisão do gestor municipal, distrital, estadual ou federal, conforme art. 3º, da Lei Federal 11.350/2006, alterado pela Lei Nº 13.595/2018.

BAIXAR EDITAL

COMPARTILHAR
COMENTÁRIOS
Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Retiro Notícias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.