Idosa que ficou 136 dias internada vence Covid e recebe duas festas

Passado o susto, a idosa contou como foram os dias de internação e se emocionou várias vezes.

às 8:57

Avatar Por Redação Fonte: Só Notícia Boa

Dona Nara tem alta após 136 dias – Fotos: Simoni Patuzzi

Foram exatos 136 dias, ou seja, mais de 4 meses no hospital com Covid-19. Desses, dona Nara Josefa, de 75 anos, ficou 21 dias intubada, em coma.

Mas, felizmente, o drama teve final feliz neste fim de semana. Ela finalmente venceu a doença, teve alta, e recebeu duas festas.

A primeira foi feita pela equipe médica, quando dona Nara deixou o hospital. Ela foi recebida com balões verdes no corredor e ganhou um certificado de vencedora da doença.

Quando chegou em casa, outra recepção: familiares e amigos do bairro, na cidade de Jaboatão dos Guararapes, em Pernambuco, esperavam pela vencedora com cartazes, balões e muito carinho.

A internação

Dona Nara deu entrada no Hospital São Marcos, no Recife, no dia 13 de maio, em estado grave e teve alta neste sábado, 26 de setembro.

A filha dela, Simone, disse ao SóNotíciaBoa que a preocupação foi grande porque dona Nara Josefa tem histórico de hipertensão e Chikungunya.

Passado o susto, a idosa contou como foram os dias de internação e se emocionou várias vezes.

“Eu venci”

“As vezes sentia vontade de desistir…. mas eu pensava muito nos meus quatro filhos, no meu esposo – com quem sou casada há 46 anos – nos meus netos e isso me fazia querer viver, ficar boa e sair dali”, disse dona Nara ao SóNotíciaBoa.

E foi assim que ela decidiu lutar.

“Eu disse a mim mesma: Não vou perder pra essa doença. E eu venci!”, contou emocionada.

Agora dona Nara Josefa vai passar por sessões de fisioterapia em casa até a vida voltar ao normal.

Dona Nara e a família antes da alta – Foto: Simoni Patuzzi

Siga o Retiro Notícias no Instagram - @retironoticias

COMPARTILHAR
COMENTÁRIOS
Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Retiro Notícias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.