Temer estuda pedir adiamento do prazo para responder perguntas da PF

1O presidente Michel Temer estuda pedir prorrogação do prazo de 24 horas dado pela Polícia Federal para responder às 82 perguntas feitas pelo órgão nesta segunda-feira (5), às 16h30. Segundo informações do portal UOL, os questionamentos dizem respeito à conversa gravada com o empresário Joesley Batista, sócio da JBS, e outros fatos correlatos investigados pela PF. As respostas devem ser entregues por escrito – o peemedebista também pode optar por ficar em silêncio. De acordo com interlocutores do presidente, a defesa estuda pedir mais prazo devido Interlocutores do presidente devido à quantidade de perguntas, considerada excessiva e com muitos detalhes para descrever. Assessores do Planalto avaliam que o envio das perguntas, na véspera do julgamento da chapa Dilma Rousseff – Michel Temer no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), e o fim do prazo de 24 horas antes de a sessão na Corte, que começa às 19h, é uma forma de pressionar os ministros do tribunal. Os auxiliares de Temer também criticam a forma como as perguntas foram feitas. "[O presidente] não sabe se vai responder todas ou não e, inclusive, entregar no prazo. A Polícia Federal solta para todo mundo as perguntas feitas ao Temer. Como é que pode o vazamento?", afirmou um assessor. BN
COMPARTILHAR
COMENTÁRIOS
Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Retiro Notícias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.