Tucano: suspeito de participação em homicídio de professor é assassinado em Caldas do Jorro

O professor Givaldo foi assassinado por homicidas que teriam tentado roubar seu celular, mas o aparelho era “velho demais”.

Um jovem foi vítima de homicídio em Caldas do Jorro, distrito de Tucano, na manhã deste domingo (26). Segundo informações confirmadas pela Guarda Municipal Civil de Tucano, assim como por um policial militar, trata-se do adolescente de pré-nome Jeferson, acusado de ter participado do assassinato do professor Givaldo Rosa de Lima, ocorrido em 27 de outubro deste ano.

Vítima teria agido na companhia de um comparsa

A Polícia Militar esteve no local. O jovem que foi encontrado agonizando ao lado de uma motocicleta foi encaminhado para o Hospital Municipal de Tucano, onde deu entrada sem vida, segundo testemunhas.O professor Givaldo foi assassinado por homicidas que teriam tentado roubar seu celular, mas o aparelho era “velho demais”. O caso repercutiu em toda a região do sisal.

A investigação ficará sob responsabilidade da Polícia Civil.

A Voz do Camp

COMPARTILHAR
COMENTÁRIOS
Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Retiro Notícias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.