Verificamos: Embasa diz que água fornecida em Valente e cidades vizinhas não traz risco a saúde

A empresa disse que não há risco a saúde a população na utilização deste material em equipamentos hidráulicos
às 17:55

Por Micael Levi, via Redação

Foto: Divulgação

Empresa Baiana de Águas e Saneamento – Embasa, publicou uma nota nesta quarta-feira (13), desmentindo alegações de que a ingestão de água tratada que passa por tubulações de cimento amianto podia dar câncer.

Na nota, a Embasa informa que existe uma proibição do Supremo Tribunal Federal (STF), em extração, produção e comercialização do asbesto branco – conhecido por amianto – por perigo a saúde aos operários da industria do material, como a inalação que pode causar câncer.

Porém não existe nenhuma decisão do STF em substituir as tubulações que na sua composição esteja o material. A Embasa destaca que não existe risco a saúde a população na utilização deste material em equipamentos hidráulicos

O mineral é perigoso?

O asbesto ou amianto, é uma designação comercial genérica para a variedade fibrosa de sais minerais metamórficos de ocorrência natural e utilizados em vários produtos comerciais. O material que é comum em telhados, caixas d’água, tubulações de esgoto e cujos fragmentos podem liberar elementos cancerígenos facilmente inaláveis.

O amianto é resistente ao calor e ao fogo. Além disso, o material é resistente e barato, por isso pode ser usado de diversas formas. Ele pode ser misturado ao cimento para fabricação de tetos e pisos. Também é utilizado em canos, tetos, freios, entre outros.

Males causados

Fragmentos microscópicos de fibras de amianto são potencialmente perigosos quando inalados e podem provocar doenças respiratórias:

  • Câncer de pulmão, que é o mais comum em pessoas expostas ao amianto;
  • Mesotelioma, uma forma de câncer no peito que praticamente só ocorre em pessoas expostas ao amianto;
  • Asbestose, uma doença que causa falta de ar e pode levar a problemas respiratórios mais graves.

O amianto branco, conhecido como crisótilo, é a única forma de amianto usada hoje. A Organização Mundial da Saúde (OMS) afirma que a variação também é associada ao mesotelioma e outros tipos de câncer, mas seus produtores dizem que a substância é segura se manejada com cuidado.

Por Micael Levi | Redação RN

COMPARTILHAR
COMENTÁRIOS
Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Retiro Notícias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.